PLANTÃO 24 HORAS: 4002.2153
Siga-nos nas redes:
Plano de Assistência Familiar
SEJA UM CREDENCIADO

Grupo SACRE

Como se comportar em um funeral

 

Funerais são ocasiões delicadas. Eles costumam acontecer no serviço fúnebre do cemitério onde a pessoa será sepultada e duram até 48 horas depois do falecimento. Existem algumas regras de etiqueta que devem ser observadas nessa situação, como chegar cedo, usar roupas discretas e oferecer suas condolências à família, mas se o rito será celebrado dentro de uma religião específica, você deve se informar sobre como se portar para evitar maiores constrangimentos.

 

Chegando no funeral

 

1. Use roupas discretas. Mesmo que usar roupas pretas não seja obrigatório nos costumes brasileiros, é de bom tom deixar os decotes e roupas chamativas de lado, assim como roupas de cores muito berrantes e cortes ousados. Para não errar, opte por cores como cinza, azul-escuro e verde-escuro em modelos sóbrios.

2. Chegue cedo. Esforce-se para chegar com 10 minutos de antecedência, para ter tempo de cumprimentar os familiares e assinar o livro de visitas; quando assiná-lo, escreva seu nome completo e, se quiser, o nível de relacionamento que tinha com o falecido (como amigo, colega de trabalho, etc.)

3. Não fique perto demais do caixão. As cadeiras mais próximas dele são reservadas para os parentes e amigos mais próximos. Se você não faz parte do círculo imediato de convivência dele, prefira os assentos mais distantes.

 

Agindo durante o funeral

 

1. Desligue o celular. Você pode deixá-lo mudo ou desligá-lo de vez; o importante é lembrar de deixá-lo guardado para que ele não toque e não importune os outros participantes.

2. Ofereça suas condolências à família. Tal é um gesto aceito e até incentivado. Existem diversas maneiras de fazer isso, mas o mais comum é enviar flores ou expressar seus sentimentos mais sinceros verbalmente. Caso ainda esteja em dúvidas, lembre-se de ser sincero e agir normalmente.

3.  Não tenha medo de chorar. É um funeral e é normal que as pessoas estejam tristes com o falecimento de uma pessoa querida. Chorar é uma reação natural do corpo quando a emoção não pode ser controlada, mas tente não chamar a atenção; se perceber que perderá o tom, peça licença e vá para um lugar reservado.

4.  Escute à eulogia com respeito. Eulogia é o discurso que homenageia quem faleceu, mas isso não acontece em todos os funerais. Bons exemplos são a igreja católica romana e a igreja anglicana, que desestimulam essa prática. Caso haja esse momento, escute com atenção e tente não se distrair, pois isso pode ser considerado falta de respeito.[6]

5.  Veja o caixão aberto se quiser. A maioria dos serviços fúnebres acontece com o caixão aberto, exceto em ocasiões específicas. Você não é obrigado a se aproximar, mas se quiser e achar que vai começar a chorar, peça para alguém acompanhá-lo

 

Indo a um funeral religioso

 

1.Descubra como é o ritual da religião em questão com antecedência. É comum ser convidado para solenidades de religiões diferentes e, para não passar nenhum vexame, é uma boa ideia pesquisar como se portar nessa ocasião antecipadamente. Por exemplo, funerais judaicos não costumam receber flores, enquanto rituais católicos aceitam um cartão de condolência para a família inteira.

2. Imite os outros. Caso não saiba o que é apropriado e o que é mal visto nessas situações, observe os presentes; veja como eles se portam, sente-se quando eles o fizerem, etc. Para isso, é particularmente útil ficar nas cadeiras mais distantes.

3. Não se ofenda pelos costumes da religião. Você não é obrigado a fazer nada que vá contra seus próprios valores. Com isso em mente, você não precisa entoar hinos ou orar com todos se isso for contra suas crenças. Basta abaixar a cabeça respeitosamente, como se estivesse refletindo sobre algo.

 

Dicas

Leve seus filhos ao funeral, se quiser. Prepare-os emocionalmente antes da ocasião e diga o que farão lá. Por outro lado, se suas crianças são muito novas, o melhor é deixá-las com alguém enquanto você comparecer ao funeral.


Fonte: https://pt.wikihow.com/Se-Comportar-em-um-Funeral

Acesso em: 13/01/2019 às 17:00h

 

 

 


Mais Notícias